Artigos

Retorno aos candidatos em processo seletivo favorece o fortalecimento da imagem da empresa

Curiosa para entender e me apropriar de conhecimento no assunto assisti há algum tempo, uma palestra sobre Employer Branding –  um conjunto de estratégias para construir e manter a imagem positiva da empresa, só que ao invés de direcionar essas estratégias para os consumidores finais, o foco é os colaboradores ou profissionais do mercado de trabalho, objetivando fazê-los ver a companhia como um excelente lugar para construir uma carreira.

O desenvolvimento dessa estratégia Employer Branding (marca empregadora) envolve a definição de canais para diálogo com o público desejado (como as redes sociais, pesquisa de clima, entrevistas de saída da empresa e outros), investimento na liderança, construção de um propósito de atuação e um forte senso de meritocracia na organização.

Desse modo, empresas que utilizam essa estratégia, independente do porte, podem se transformar em um grande imã para profissionais talentosos e competentes. Por consequência, conseguir estruturar equipes de alto desempenho e obter melhores resultados.

Enquanto a ouvia, refleti que mesmo não tendo este conceito de “marca empregadora” como estratégia formalizada, já fazíamos gols no fortalecimento da imagem da empresa em que atuava, na área de R.H. Dentre as ações, a condução do processo de R&S, com alguns cuidados, em cada uma das etapas, que julgo importante elencar:

  1. Informar e considerar requisitos realistas para o exercício do cargo/vaga;
  2. Cumprir a agenda, quanto a horário e o local;
  3. Utilização de boas práticas de seleção;
  4. Adequação criteriosa do tempo e disponibilidade do candidato;
  5. Conceder retorno a todos os participantes do processo seletivo;

Particularmente detenho-me no retorno aos candidatos, baseada em muitos feedbacks recebidos. Priorizo os emitidos pelos não selecionados, que mesmo diante da negativa, demonstravam admiração por obter um retorno, revelando não ser prática comum em processos de seleção. Um fechamento de ciclo, para seguirem em busca de novas oportunidades.

O processo seletivo conduzido com transparência e respeito de início ao fim, é uma tarefa extremamente importante para conquistar a credibilidade por parte dos candidatos, que poderão tornar-se verdadeiros embaixadores da marca, por conta da dignidade no tratamento a eles concedidos.

Confira outros artigos clicando aqui.

Por: Sandra Fusco

Mestre em Gestão da Qualidade e Produtividade (UFSC). Pós-Graduada em Gestão de Recursos Humanos (F.A.E. PR), Psicóloga (Universidade Sagrado Coração-SP). Especialista em Condução de Grupos (Holos – SP). Com sólida experiência, generalista, nos subsistemas de R.H, prioritariamente em Recrutamento & Seleção e Treinamento & Desenvolvimento. Consultora parceira da ZHZ Consultores.